Logo Principal
Logo Principal
Cadastre-se aqui

INTOLERÂNCIA A LACTOSE


Eficácia em pacientes com intolerância à lactose ou com deficiência enzimática

Intolerância à lactose:

  • Condição causada pela falta ou atividade insuficiente da enzima lactase no intestino;
  • Como resultado, a lactose não é quebrada e o aumento da sua concentração dentro do intestino conduz a um aumento da pressão osmótica, causando uma série de desconfortos abdominais como pressão abdominal, flatulência, cólica e diarreia;
  • A frequência desses sintomas depende da quantidade de lactose ingerida, da sensibilidade do indivíduo, do tempo de trânsito gastrointestinal e da microbiota contida no intestino grosso;
  • O mecanismo pelo qual a lactose não digerida ou não absorvida causa os sintomas de intolerância ainda não está totalmente esclarecido;
  • A secreção de água no intestino delgado, a dilatação e trânsito acelerado através do intestino delgado, a desordem dos movimentos peristálticos e a absorção de água no cólon causada por produtos fermentados da lactose devem estão provavelmente relacionadas à diarreia, enquanto flatulência e inchaço são provavelmente consequências da produção de ácidos, hidrogênio, dióxido de carbono e metano a partir da fermentação da lactose.

A suplementação com lactase é eficaz em corrigir a deficiência desta enzima, devendo ser realizada juntamente ao alimento rico em lactose que se deseja consumir.

Outra opção terapêutica é a suplementação com diferentes bactérias ácido-lácticas, as quais produzem lactase e auxiliam na digestão da lactose

Probióticos na intolerância à Lactose:

Alguns probióticos como o L. acidophilus e bifidobactérias apresentam a capacidade de produzir a ?-galactosidase em quantidade significativa, sendo uma opção de suplementação em pacientes intolerantes à lactose.

 




Rua Cel Amador Pinheiro Barros nº 100 Centro - Muriaé-MG CEP: 36880-000
(32) 3728-1122 | (32) 3721 -7757 (32) 8887-3152
© 2015 Biofarma Todos direitros reservados.

Redes Sociais
Facebook

Desenvolvido por